Qual fator de proteção solar usar neste verão? - Itesc
BLOG ITESC | Dicas de saúde

Qual fator de proteção solar usar neste verão?

Saiba as diferenças entre os tipos de protetores disponíveis no mercado e seus fatores de proteção solar (FPS).

A eficácia de um protetor solar é medida em função de seu fator de proteção solar (FPS). Nas embalagens, a sigla FPS corresponde ao índice que estabelece o tempo que qualquer pessoa pode ficar exposta ao sol sem que a pele fique com aspecto avermelhado. Assim, se o fator de proteção solar usado for 30, por exemplo, isso significa que ela irá demorar 30x mais tempo para se "queimar" com o sol do que se ela estivesse sem proteção alguma. 

 

Um FPS alto nem sempre indica maior proteção

O fator de proteção solar (FPS) indica na verdade o tempo de proteção contra raios solares em relação à exposição desprotegida, ou seja, o FPS quantifica a proteção que um determinado produto é capaz de oferecer, em termos de tempo de exposição, contra a queimadura solar.

A interpretação de um protetor solar não deve ser baseada apenas no valor numérico em si, devendo-se também considerar a adequada forma de uso do produto. Desta forma, não faz diferença, na prática, o uso de um protetor solar de FPS 30 ou 50, por exemplo, se de fato a aplicação não for feita de forma adequada.

 

Observe sempre nas embalagens:

• Número de registro do produto na Anvisa/MS;

• Indicação do FPS (de acordocom o tipo de pele);

• Modo de usar • Prazo de validade;

• Indicação da necessidade de reaplicação do produto paramanutenção de sua eficácia;

• Orientações e advertências, tais como: “Atenção:este produto não oferece nenhuma proteção contra insolação”;

Fonte: Anvisa

 

Efeitos da radiação solar

A exposição ao sol é muito importante e contribui também em alguns aspectos nas nossas vidas, nos trazendo benefícios, como sensação de bem-estar físico e mental, estímulo à produção de vitamina D e de melanina com consequente bronzeamento da pele, tratamento de icterícia (cor amarela da pele e do branco dos olhos de bebês, causada pelo excesso de bilirrubina no sangue).

Porém, a radiação solar também pode causar prejuízos ao organismo, caso não se tome os devidos cuidados quanto à dose de radiação solar recebida.

 

A cor de pele interfere no fator de proteção a ser escolhido?

Ainda que fatores menores do que 30 não sejam recomendados, especialmente em dias de maior exposição ao sol, como na praia ou piscina, vale lembrar que as outras numerações, como 40, 50 e 70 estão disponíveis no mercado e podem ser grandes aliadas de pessoas com tons de peles e necessidades diferentes. Além do mais, ao apostar em produtos com FPS alto, a pele estará protegida em um intervalo maior de tempo, o que facilita bastante o dia a dia.


Em geral, a dica é que pessoas de: 

• Pele clara e muito clara: usem o FPS 50 ou superior;

• Pele morenas claras: prefiram os de FPS 40;

• Pele morenas escuras e negras: podem optar pelo FPS 30;

Mantendo sempre a atenção aos horários de reaplicação.
 

Sobre o autor:

Thamiris Pereira Brognoli - CRF SC: 14061 | CRF RS: 1 17245

Farmacêutica graduada pela Universidade do Extremo Sul Catarinense - UNESC.

Faz parte da equipe de farmacêuticas clínicas do Serviço de Atenção Farmacêutica do convênio de saúde Itesc Card.

Conheça nosso convênio de saúde!

São mais de 12 mil profissionais credenciados na área da saúde. Conheça todos os nossos benefícios.

Notícias relacionadas - Dicas de saúde

VER MAIS