A importância de procurar um Psicólogo - Itesc
BLOG ITESC | Dicas de saúde

A importância de procurar um Psicólogo

Janaina de Aguiar Cibien Psicóloga - Foco em Ansiedade e Relacionamentos - CRP 12/02464 - Credenciada ITESC

Estamos passando por momentos de muita mudança na rotina das pessoas, além disso, a situação na qual estamos vivendo com a pandemia atual, nos remete a entender que o desconhecido que assusta é imprevisível, pois não sabemos onde pode estar.

Muitos perdendo pessoas queridas, trabalho, negócios. Muitos ansiosos para que tudo isso acabe logo, ou pelo medo de não saber como vai acabar.

A saúde emocional de grande parte da população ficou inesperadamente doente, e a ajuda profissional nesses momentos de desespero é essencial, onde não se encontra saída para sentimentos desconhecidos.

O Psicólogo é o profissional que estuda os comportamentos mentais e através de técnicas psicológicas pode auxiliar nos pensamentos conflituosos, emocionais e distúrbios psicológicos das pessoas.

Este trabalho é realizado através da psicoterapia, que consiste em sessões geralmente semanais, com o objetivo de auxiliar na resolução dos problemas, sendo estes diagnosticados através da consulta e relato do paciente nas primeiras sessões, e a partir deste, auxiliando na resolução de tais queixas e buscando uma saúde mental mais adequada  que propicie mais qualidade de vida e bem-estar.

A psicologia clínica busca diminuir o sofrimento emocional e possibilita ao paciente ter um conhecimento melhor de si mesmo, dos relacionamentos com os outros. Desta forma você pode mudar seu modo de agir que lhe traz angústia e melhorar seu relacionamento consigo e com as pessoas com quem  convive.

O psicólogo estuda e se prepara para poder entender de forma ética e profissional  as situações difíceis ou mudanças intensas que acontecem quando não se utiliza a inteligência emocional no comportamento humano. E através das técnicas utilizadas na terapia pode auxiliar as pessoas a equilibrarem suas emoções e a terem mais cautela assertiva nas tomadas de decisões, impedindo prejuízos emocionais, melhorando o ambiente que as envolve e trazendo mais autoconfiança e maior assertividade de suas atitudes.  

Na área Clinica, pode trabalhar questões como:

- Crises existenciais com algumas queixas relacionadas a falas: não me entendo... queria me conhecer melhor... não estou feliz comigo e não sei o porque...

- Apoio em situações traumáticas – assaltos, morte, separações da família, termino de relacionamentos, relacionamentos abusivos,  perda de um emprego, dentre outras.

- Dificuldades nos relacionamentos de trabalho e afetivos, auxílio nos processos de adoção – reestruturação familiar. 

- Pode auxiliar no enfrentamento de quadros que comprometem a vivência diária de algumas pessoas como ansiedade, impulsividade, stress, síndrome de pânico, depressão que em muitos casos acaba em suicídio quando não lhe é dada a devida importância.

Suicídio, assunto este que estamos em alerta na campanha do mês que é setembro amarelo – prevenção ao suicídio. Devemos nos atentar que a pessoa que comete suicídio quer apenas matar a dor que sente, e como já não vê alternativas acaba tirando a própria vida. E tudo o que ela mais precisa neste momento é ser ouvida, acolhida, acompanhada e precisa de um profissional capacitado para lhe auxiliar a sair desta dor emocional. Se você conhece alguém que passa por esta situação encaminhe e faça a sua parte humana auxiliando no alívio dessa dor tão subjetiva.

Acrescento aqui a resposta a uma pergunta que muitos pacientes me fazem quando ligam para agendar uma consulta:

Não sei se devo agendar a sessão ou ir ao psiquiatra, em qual profissional devo ir?

A formação do psiquiatra é medicina, voltada especialmente aos aspectos biológicos do adoecimento, e geralmente sua intervenção é medicamentosa.

O Psicólogo não medica, porém através do estudo do comportamento humano e de técnicas deve criar condições para que o paciente possa compreender o que o levou a desenvolver tal doença e resolver aquele problema  diminuindo o processo de somatização (doenças causadas por questões emocionais), voltando a sentir prazer na vida e a fazer o que gosta.

Mas como vai ajudar sem medicamentos? O trabalho do psicólogo é voltado aos sintomas emocionais, sentimentos, e para isso o remédio não tem alcance de resolver, os problemas pessoais, de relacionamento, coisas que são necessárias de se entender pra aliviar o coração.

É importante salientar ainda que em muitos casos haja a necessidade de parceria entre as duas profissões, pois são complementares.

Saber lidar com as emoções é critério para ser Feliz! Portanto quem precisa de psicólogo? Todos nós.

Você já fez terapia? Se não fez, permita-se! Sempre podemos melhorar nossas emoções.

 

Janaina de Aguiar Cibien

Psicóloga - Foco em Ansiedade e Relacionamentos

CRP – 12/02464  

Credenciada ITESC

 

Fique atento às dicas de saúde do ITESC e lembre-se: a prevenção é a melhor forma de cuidar da saúde e ter qualidade de vida 😉💚 

📲48 9 9681 3793

📞0800 645 1008

☎️48 3521 3400 

✉️atendimento@itesc.com.br

 

 

Conheça nosso convênio de saúde!

São mais de 12 mil profissionais credenciados na área da saúde. Conheça todos os nossos benefícios.

Notícias relacionadas - Dicas de saúde

VER MAIS